Câmara dos vereadores inicia nova legislatura com oito estreantes

No último dia 1º a Câmara Municipal de Cataguases deu início à sua nova legislatura. Dos 15 vereadores, sete foram reeleitos: Ricardo Dias, Vinicius da Taquara, Marcos Costa, Henrique Thurram, Betão do Areão, Gilmar Canjica e Rafael Moreira. Outros oito ocupam pela primeira vez a cadeira. São eles os vereadores Beto do Leonardo, Felipe Ramos, Silvio Romero, Flavinho Motoboy, Rogério Filho, Stéfany Carli e Professor Jeferson. Já Fernandinho de Sereno está em seu segundo mandato.

Um dos estreantes, o vereador Felipe Ramos, foi eleito com dez votos para a presidência da casa durante o biênio 2021-2022, substituindo o vereador Ricardo Dias. Junto com ele, formam a Mesa Diretora como 1º vice-presidente o vereador Beto do Leonardo, o segundo vice-presidente, Gilmar Canjica; o primeiro secretário, Vinícius da Taquara; o segundo secretário, Flavinho Motoboy; e Fernandinho de Sereno, como tesoureiro.

Aos 32 anos, Felipe Ramos afirmou estar contente pelo fato de ter assumido o cargo de vereador e também ser elevado à presidência da Câmara. “Estou muito feliz por iniciar a minha trajetória no poder legislativo, pois gosto muito de política e foi algo que eu trabalhei muito para alcançar. Desde o primeiro dia, tudo tem sido feito com muita transparência e mesmo com
a Câmara dos Vereadores estando de recesso, estou indo trabalhar todos os dias, disposto a fazer o melhor para Cataguases”, disse.

O novo presidente afirmou que espera ter uma relação de respeito com o prefeito eleito, José Henriques. “Nós tentamos ter a melhor relação possível, lógico que sem passar a mão na cabeça de ninguém. Se eu fizer algo de errado, eu posso ser punido, assim como ele. Então, nós buscamos fazer posso melhor. Acredito que ele também. Independente dos nossos partidos, eu torço por ele e penso que ele está torcendo por nós também”, concluiu.